Search

O que esses filmes me ensinaram sobre sexo

Filmes dos mais diferentes gêneros sempre passaram uma lição sobre sexo, nem sempre de primeira você entende, e eu precisei rever alguns para entender melhor

A Mentira | Crédito: Divulgação


Acho que uma das primeiras vezes que me lembro de realmente entender as referências relacionadas a sexo em filmes foi com o lançamento de A Mentira (2010). E uma das coisas que fica na minha cabeça até hoje é uma das cenas iniciais onde a Olive mente para a sua amiga sobre ter feito sexo. Como se ser virgem fosse algo para ter vergonha. A notícia se espalha pela e ela passa a ser conhecida como a “vadia” da escola, assim a história de desenvolve nos dando um inesperado destino para a personagem.


Revendo o filme na última semana, comecei a pensar sobre como crescemos assistindo filmes de diversos gêneros e como cada um deles abordando o sexo de uma maneira diferente. Enquanto muitas produções ainda apresentam um versão distorcida, há alguns que realmente acertam.

Isso me fez ter uma longa reflexão sobre sexo e filmes e me surpreendi com as coisas boas que aprendi em cada um deles.


Consentimento é algo simples



Hoje entendemos, mas enquanto nos tornamos jovens adultos é um pouco difícil entender o que é o consentimento e como ele se aplica a você. Fica um pouco mais complicado de se compreender isso quando as duas pessoas estão bêbadas.


Se você está sóbrio não tente ficar com alguém que está bêbado, pois quando a pessoa está desorientada, ela não tem condições de consentir 100%. No filme Superbad – É hoje (2007), eles conseguem abordar o consentimento de uma maneira que jovens adultos conseguem compreender. Sexo é complicado, nem tudo é perfeito, porém o consentimento é realmente muito simples.


Sempre use proteção

Não faça sexo. Porque você vai engravidar e morrer.

Seja em um relacionamento sério ou em casos de apenas uma noite, usar camisinha vem em segundo lugar no quesito importância – logo depois de consentimento. A cena de Meninas Malvadas (2004) em que o professor de educação sexual oferece uma bacia de camisinhas para a classe nunca vai sair da minha cabeça.


Por mais que seja em forma de sátira, o incentivo de uso de proteção é extremamente importante. Até mesmo para quando a relação for com alguém do mesmo sexo.


Você pode – ou não – transar no primeiro encontro

Porque isso sempre acontece comigo?


Você pode transar no primeiro ou no terceiro encontro sem que nada esteja errado com o relacionamento. Como perder um homem em 10 dias nos ensina muito sobre namoros, principalmente que a ideia de colocar regra em quando se “deve” fazer sexo é algo descartável.


Não precisa vir imediatamente, cada um tem o seu tempo e as duas partes precisam respeitar isso. Quando for pra acontecer vai ser natural e sem pressa.


Você não precisa de sexo para preencher o seu relacionamento




Eu AMO a cena da jacuzzi em Para Todos os Garotos Que Já Amei, é interessante como o filme não colocam a relação sexual prioridade. O relacionamento de Lara Jean e Peter Kavinsky começou como um acordo de mentirinha, mas vemos a relação deles de desenvolver sem ter sexo envolvido.


De modo bem sutil, o filme mostra como o auge de intimidade deles foi uma chave virada na relação. Então a lição que aqui fica é: faça o que parece certo para você, não o que você acha que é esperado em um relacionamento.


Fique por dentro de todos os posts

Obrigado por assinar!

  • Facebook
  • Instagram